Relato de Viagem: Londres – Lituânia – Paris – Plymouth

Eu comecei a escrever um relato cronológico da viagem pra Europa para postar no Mochileiros.com e resolvi compartilhar aqui também, já que está ficando bem detalhado e eu ainda posso acrescentar as fotos….

Serão vários posts, já que nós fizemos muuuuuuita coisa a cada dia. Espero que gostem….

Voo São Paulo – Londres – São Paulo

Compramos as passagens em maio/2013 para viajar em outubro, pela Iberia mas voando British. Foi minha primeira experiência em voos longos já que antes só tinha ido pra Argentina.

O voo saiu de SP com destino a Londres sem atrasos. O serviço de bordo iniciou mais ou menos 1h30 depois da decolagem, sendo que o jantar tinha duas opções: massa ou carne e era acompanhado por vinho branco ou tinto, água, suco e refrigerante. Além disso tinha opção de chá com leite e um pãozinho após.

2013-09-30 18.20.16

Porque eu sou esperta e só tirei a foto depois da refeição rs

O voo em si foi muito tranquilo, embora a classe economica não seja tão espaçosa. Mas eu já estava preparada psicologicamente pra isso então não foi tão horrível. Levei travesseiro de pescoço que acabei não usando pois as poltronas da British tem apoio lateral pra cabeça, e como fui na janela foi bem confortável dormir. Minha amiga foi na poltrona do meio e tinha um rapaz no corredor, mas quando precisamos levantar durante o voo ele foi muito gentil e simpático. Demos sorte e dormi como um anjo na maior parte do tempo.

Aliás o entretenimento também foi muito bom: telas individuais, boa variedade de filmes tanto novos quanto mais antiguinhos e boa variedade de músicas também. Pra dormir usei um canal de som deles que seria para relaxamento. Pelo menos comigo funcionou!

Adorei o aeroporto Heathrow, achei coisa de outro mundo. Passar pela imigração também foi bem mais tranquilo do que imaginei. A minha amiga fala melhor o inglês (na verdade o meu é macarrônico…. só serviu pra pedir informação e desculpas mesmo rs) por isso passamos juntas e ela acabou respondendo todas as peguntas que foram bem básicas: quanto tempo e onde ficaríamos, há quanto tempo conhecíamos nossa amiga que mora lá e ia nos hospedar por uma parte da viagem e só. Não pediu nenhum documento. Sejam bem-vindas! 🙂

A volta também foi a partir de Londres e foi bem semelhante à ida com a diferença que o café da manhã servido foi o tradicional english breakfast: não teve jeito de encarar aquela linguiça esquisita. Fiquei só no chazinho e com fome!

Londres

01/10

Após passarmos pela imigração, fiz uma parada estratégica pra trocar de blusa antes de sair pro salão de desembarque. 11h com a mesma roupa é demais pra mim e eu não tinha conseguido trocar no avião rs

Depois procuramos a saída para o metrô e já compramos o Oyster Card para 7 dias, zonas 1 e 2, mais a viagem de ida da zona 6. Pagamos no Oyster, se não me engano, cerca de 30 libras.

Há máquinas para a venda do cartão e bilhetes de metrô além de um balcão de atendimento. Nós preferimos ir ao balcão por não entender ainda muito bem como funcionavam as máquinas. O senhor que nos atendeu foi extremamente simpático e prestativo. Provavelmente está acostumado a atender turistas perdidas como a gente 🙂

Tínhamos reserva no Easy Hotel Earl’s Court, então felizmente do aeroporto até lá não precisamos trocar de trem. A viagem foi bem tranquila e durou cerca de 40 minutos. Como era minha primeira vez por lá pra mim foi tudo lindo. A cada minuto tinha uma coisa mais interessante pra olhar. Estava encantada!!!

Da estação até o Hotel eram cerca de 500m, mas foi bem fácil de achar. O difícil foi puxar a mala até lá: não estava cheia, mas eu estava levando outra mala menor dentro (marinheira de primeira viagem: preparem-se para os micos malísticos ao longo do relato rs).

2013-09-30 12.40.17-2

Se na ida já estava assim, imagine na volta…

Quando chegamos no Easy Hotel, ainda era muito cedo (cerca de 10 da manhã pois o voo pousou as 7h) então pagamos 15 libras pelo early check-in e valeu a pena já que pudemos ir para o quarto deixar as malas e eu pude me surpreender com o tamanho: PQP que quarto pequeno!!!!! Essa foi a minha reação quando abrimos a porta e olhem que eu já estava avisada de que era mega pequeno, mas ainda assim é uma surpresa quando você vê ao vivo. E nós îamos ficar lá nove noites!

2013-10-01 07.09.20

Eu estava na ponta da cama e ali atrás é o “resto” do quarto, com o banheiro à direita…. 😛

Enfim, depois de ajeitar tudo pegamos as bolsas e fomos bater perna, porque nosso lema é o seguinte: dormir eu durmo em casa, quando eu viajo quero é aproveitar!

Nós já tínhamos um roteiro bem desenhado antes de sair do Brasil, então a parada desse primeiro era a Oxford Circus para compras! E a primeira parada por lá foi a Primark… ô loja do pecado hein! Blusas de alcinha por 3 libras, camisete por 7, 5 pares de meia por 3 libras. Fiz a festa e nesse primeiro dia também comprei um casaco, já que fui do Brasil apenas com uma jaqueta de couro e a previsão era de ficar mais frio até o fim do mês. Passamos também na loja da Nike e como os preços estava muito bons aproveitei pra comprar um tenis que tava precisando. O que eu levei na viagem estava bem velhinho já (mas não tive coragem de jogá-lo fora…).

Depois disso estávamos com tantas sacolas que voltamos direto pro hotel no fim do dia, já bem cansadas tanto da viagem quanto de bater perna.

Mais uma observação quanto ao Easy Hotel: o banheiro é tão minúsculo quanto o quarto, então o espírito pra dividir um quarto desses é o de ficar o menor tempo possível lá dentro porque pode ser meio claustrofóbico…

Anúncios